Um roteiro completo de 3 dias em La Paz

La Paz foi a primeira cidade que “pernoitei direito” no meu mochilão pela América do Sul. A chegada foi bem difícil, mas vou falar disso em outro post, quando tratar do roteiro completo.

Eu não tinha a menor ideia do que encontraria naquele local (só que poderiam roubar os meus órgãos se pegasse um táxi  kkk), e logo na entrada da cidade já fiquei um pouco assustada, além da sua localização (num vale profundo com casa ate onde você nem imagina) e do trânsito caótico e surreal, vi uma Chola levantando sua saia rodada, abaixando e fazendo xixi na rua!!!

IMG_0480

IMG_0452

Bom, conseguimos chegar ao hostel (http://www.wildroverhostels.com/lapaz.php), um dos melhores que ficamos na viagem toda. Inclusive passamos o ano novo lá e super recomendo (o primeiro “porre” na altitude a gente nunca esquece).

IMG_0821

Só a título de curiosidade, La Paz é a capital federal da Bolívia e a 3ª cidade mais populosa do país, está localizada no oeste e a 3 660 metros de altitude. Sim!!! Tudo isso (é difícil até subir a escada do beliche).

1° dia – Centro de La Paz:

Nosso primeiro dia foi dedicado a explorar o centro da cidade. Saímos a pé com destino a Plaza Murillo ( marco zero), depois o Congresso, Catedral de La Paz e tudo que tinha ali perto. É possível fazer tudo a pé.

O contato com a cultura da cidade é uma das coisas mais incríveis de vivenciar.

Passeamos pela Calle Sagarnaga (25 de março boliviana), e em uma das travessas estava famoso Mercado de Las Brujas (Mercado das Bruxas). Confesso que estava super curiosa para conhecer! (e foi a maior concentração de coisas estranhas que já vi).

Para encerrar o dia Praça de São Francisco, o palco das maiores manifestações políticas do país e ao seu lado está localizado o  mercado de Lanza (É a região do cacareco).

Eu não sei vocês, mas eu amo visitar igrejas e a Igreja de São Francisco tem estilo barroco e sua fachada foi esculpida em pedra por índios nativos, PARADA OBRIGATÓRIA!

IMG_0469

SE QUISER MAIS DICAS SOBRE A BOLÍVIA…VEJA O QUE A RAFA DO “ME LEVA EMBORA” ESCREVEU SOBRE O: LAGO TITICACA: COPACABANA + ISLA DEL SOL+ PUNO.

Vale a pena conferir…

2° dia – Tiahuanaco:

Agora era a hora de nos aventurarmos nos arredores de La Paz, contratamos o passeio ao sítio arqueológico pré-colombiano de Tiwanaku (há várias formas de grafia). Ele fica bem perto do lago Tititcaca (nosso primeiro contato), e está localizado  a 72 km de La Paz.

3° dia – Chacaltaya e Valle de la Luna

O Monte Chacaltaya é um pico da Cordilheira dos Andes de 5 421 metros de altitude localizado a  30 Km de La Paz e um dos meus principais objetivos da viagem.  (quase não consegui).

IMG_0656

O trajeto até a base da pista de esqui já é uma aventura. Pista de esqui? Sim, ali funcionava a mais alta estação de esqui do mundo e hoje está desativada por causa do derretimento do gelo consequência do aquecimento global.

 

A subida é feita por uma estrada de cascalho, que quase não passa  mini ônibus turístico, mas os “prudentes motoristas”, insistem em fazer pista dupla. Na subida temos uma visão privilegiada da cordilheira e também do lago Titicaca.

 

O ônibus nos leva até ponto, depois temos que caminhar mais 200 metros para a base da estação de esqui. Aqui você tem 2 opções, ou senta e toma um chocolate quente observando a paisagem ou se aventura na subida de mais 300 metros para chegar no topo. Adivinha qual eu optei???

IMG_0666

Não foi fácil e eu quase não consegui.

Primeiro o problema da altitude, tem momentos que o ar não vem e seu corpo quase não aguenta (eu ainda sou asmática), caminhar na neve é muito difícil, o clima na montanha não precisa de comentários (5.000 m de altitude), e além de tudo isso…ainda pegamos uma nevasca pelo caminho.

Subir aqueles metros era uma questão de honra, eu tinha ido exclusivamente para fazer isso, e não queria voltar sem subir.

Os 300 metros pareciam 100 km. Eu parei várias vezes até que desisti. Sentei um pouco e pensei: Não acredito, o gelo pegava no meu rosto e machucava. Descansei um pouco e falei vou descer. Até que surge um cara do nada, já descendo e fala: “não desiste não, falta pouco, vai lá!”.

Nesse momento eu levantei e consegui terminar, meu primo já estava lá no topo. O mais engraçado é que só consegui tirar uma foto e observar a paisagem, pois a neblina tomou conta de tudo e foi difícil até para descer.

 

Desse passeio só  memórias maravilhosas. E uma dica, se você encontrar alguém pelo caminho (qualquer caminho), de um apoio moral, às vezes ele só precisa disso!

A última para do dia foi o “Valle de La Luna”, um sitio arqueológico localizado no centro da cidade e leva esse nome por conta das suas formações rochosas semelhantes ao solo da Lua.

Por fim, que fique claro que a Bolívia tem muitos outros lugares interessantes para conhecer e Sucre é a cidade que vai me fazer voltar. Para ter uma noção de como o lugar é incrível, dá uma olhada no que o blog “a pé no mundo” relatou…

Por hoje é só!

bjks..

Loret.

 

 

Um comentário em “Um roteiro completo de 3 dias em La Paz

  1. Pingback: La Paz + El Alto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s